Mapa do Site
Contactos
Siga-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Canal YouTube Siga-nos no Google+

O conhecimento científico tem tido nos últimos anos uma evolução muito rápida. Com o desenvolvimento das novas tecnologias de informação este avanços são imediatamente espalhados e difundidos. Por definição a ciência está constantemente a criar conflitos com o passado e a explorar novas fronteiras. O contacto directo com os seus actores é uma forma do público não especialista esclarecer as suas dúvidas e inquietações.

Ao longo do ano de 2009 - Ano Internacional da Astronomia - o Centro de Astrofísica da Universidade do Porto disponibilizou para as escolas um conjunto de palestras sobre vários temas de Astronomia. Com conteúdos diversos, para diferentes níveis escolares, estas palestras abordaram temas variados, desde a História da Ciência, até às novas fronteiras para o estudo do interior das estrelas. Algumas destas palestras, apresentadas por investigadores do CAUP, encontram-se ainda disponíveis, mediante a própria disponibilidade de tempo do investigador. Para mais informações e marcações contacte o Núcleo de Divulgação.

Títulos disponíveis

  • Vida dos Astrónomos (Indisponível)
    Dr. Rui M. S. Azevedo
    Público alvo: 2º ciclo
  • A Importância da Astronomia e da Física no Mundo Moderno (Disponível)
    Doutor Carlos J. A. P. Martins
    Público alvo: Ensino secundário
    Resumo: Vivemos num mundo cada vez mais dependente da tecnologia. Uma cultura científica, ainda que básica, é essencial para uma sociedade capaz de tomar decisões informadas sobre os grandes desafios do nosso tempo - que para além de outros aspectos (económicos, políticos, éticos,...) têm uma forte componente científica subjacente mas nem sempre óbvia. Depois de uma breve introdução ao método científico e ao papel da ciência na sociedade, esta palestra pode focar um dos seguintes temas:
    • A física do aquecimento global (disponível)
    • A física do cancro (disponível a partir de Janeiro de 2011)
    • A física dos extraterrestres (disponível a partir de Abril de 2011)

    Nota: Idades sugeridas 16+
  • História do Universo (Disponível)
    Doutor Carlos J. A. P. Martins
    Público alvo: 3º ciclo
    Resumo: Esta palestra apresenta uma breve história das ideias em Astronomia e Cosmologia, desde os primeiros modelos cosmológicos até à Cosmologia moderna.

    Nota: Idades sugeridas 14+
  • Da idade da magia até Galileo (Disponível)
    Doutor Paulo Maurício de Carvalho
    Público alvo: 3º ciclo
    Resumo: A Cosmologia dos nossos dias é vista como uma ciência moderna. No entanto, nem sempre assim foi. Nas culturas mais primitivas, mesmo antes de uma correcta formulação das questões, as preocupações cosmológicas estão já presentes. Traduzem necessidades intelectuais, preocupações de carácter filosófico, que, tal como hoje, pretendem "colocar alguma ordem" no Universo, de forma a torná-lo acessível ao espírito humano. Por isso todas as culturas têm uma Cosmologia. 
    O pensamento cosmológico não é, pois, "propriedade" da ciência, e foi longo o percurso até ser possível um tratamento científico das questões cosmológicas.
    É parte desse percurso que será apresentado.

    Nota: Idades sugeridas 12+
  • Astronomia nos Andes: de Civilizações pré-Incas à Astronomia Moderna (Indisponível)
    Doutor Jorge Melendez
    Público alvo: 3º ciclo
    Resumo: A Astronomia foi muito importante para os Incas e civilizações pré-Incas, permitindo que eles alcançassem a harmonia entre a terra e o céu. Além de uma revisão geral da astronomia andina pré-colombiana, vamos mostrar os avanços fundamentais na astronomia moderna devidos ao observatório de Harvard no Peru. Finalmente, discutiremos a situação actual da Astronomia no Peru.
  • Um Universo em expansão (Disponível)
    Doutor Paulo Maurício de Carvalho
    Público alvo: Ensino secundário
    Resumo: Apesar de ainda não terem decorrido 100 anos desde a descoberta da expansão do Universo, a evolução na construção de modelos que descrevam e expliquem essa expansão, permite-nos hoje ter uma ideia global mais correcta do mundo em que vivemos. 
    O desenvolvimento tecnológico permitiu que possamos "ver" cada vez mais longe, e assim perceber melhor o que se passa nas regiões mais longínquas da nossa casa - a Terra. Temos hoje também a possibilidade de obter dados observacionais com uma precisão nunca antes alcançada, o que possibilita descobertas ainda há bem pouco tempo impensáveis, como por exemplo concluir que o Universo deverá estar a expandir de uma forma acelerada. 
    No entanto, todas essas descobertas levantam novas questões, e podemos mesmo dizer que, de certa forma, continuamos tão ignorantes como antes...
    Nesta apresentação tentaremos explicar porquê.

    Nota: Idades sugeridas 15+
  • O Lado Escuro do Universo (Disponível)
    Doutor Carlos J. A. P. Martins
    Público alvo: 3º ciclo
    Resumo: Esta palestra descreve o estado actual da Cosmologia (ie, o modelo do Big Bang) e os seus grandes desafios futuros. O principal destes desafios é o facto de observações recentes sugerirem que 96% do conteúdo do universo se encontrar em formas (conhecidas como matéria escura e energia escura) que não foram ainda detectadas experimentalmente e são apenas conhecidas pelos seus efeitos gravitacionais.

    Nota: Idades sugeridas 12+
  • À descoberta das estrelas (Disponível)
    Doutora Margarida S. Cunha
    Público alvo: 1ºciclo
    Resumo: Certo dia, quando era pequenita e olhava as estrelas com a minha mãe, lembro-me de ela me dizer que as estrelas eram muito maiores do que a Terra. Fiquei confusa e perguntei-lhe o que aconteceria se uma caísse "cá abaixo"  e nos esmagasse a todos. Pois é, as estrelas são objecto de histórias, músicas e de fascínio de muitas crianças. Porém, são também origem de muita confusão.
    Nesta apresentação, que se propõe ser uma palestra com actividades orientadas à mistura, serão abordados diversos conceitos relacionados, por um lado, com as estrelas enquanto objectos físicos e, por outro, com o modo como as observamos e estudamos.

    Nota: Idades sugeridas 6+
    Será necessário um rectroprojector.
  • É o Sol uma estrela normal? (Indisponível)
    Doutor Jorge Melendez
    Público alvo: 2º ciclo
  • A impressão digital dos astros (Disponível)
    Doutor Jorge F. Gameiro
    Público alvo: Ensino secundário
  • A Música das Estrelas (Indisponível)
    Dra. Joana C. A. M. Sousa
    Público alvo: Ensino secundário
  • Astero-Sismologia: uma janela para o interior das estrelas (Disponível)
    Doutor Mário J. P. F. G. Monteiro
    Público alvo: Ensino secundário
  • À procura de outras terras (Disponível)
    Doutor Nuno C. Santos
    Público alvo: 2º ciclo
    Resumo: Nesta palestra vamos rever alguns dos principais resultados da procura e estudo de planetas extra-solares.
    Partindo dos resultados observacionais, complementados com estudos teóricos, vamos em seguida tentar perceber quantas estrelas de tipo solar têm planetas de tipo terrestre em órbita. A partir daí podemos estimar grosseiramente o número de planetas que orbitam estrelas da nossa galáxia e que podem ter desenvolvido vida.

    Nota: Idades sugeridas 10+

  • Astrobiologia: o contexto cósmico da vida (Disponível)
    Doutor Daniel F. M. Folha
    Público alvo: Ensino secundário
    Resumo: A Astrobiologia é uma área emergente de investigação que aborda o tema da "vida" no seu contexto cósmico. Qual a origem da vida e como evolui? Existe vida para além da Terra? Como detectá-la? Qual o futuro da vida na Terra e no Universo?
    Estas são as questões fundamentais a que a Astrobiologia tenta dar resposta, através de uma abordagem marcadamente multidisciplinar que envolve, entre outras, a Astronomia e as Ciências Planetárias.
    Partindo da questão "o que é vida?", passando por considerações acerca da sua origem, procurando no Sistema Solar locais onde a vida exista ou possa ter existido, e expandindo essa procura a outros sistemas planetários, este seminário apresenta "vida" no contexto do universo que habitamos, no qual a Terra pode ser vista como um pequeno grão de poeira numa imensidão de espaço e de tempo.

    Nota: Idades sugeridas 15+

  • O Romance das Galáxias (Disponível)
    Dra. Paula Brochado
    Público alvo: Ensino secundário
    Resumo: Ao longo do tempo cósmico, as relações entre as galáxias sempre desempenhou um papel importante na construção do Universo tal como o conhecemos hoje.
    As interacções entre galáxias, constituem um dos mais espectaculares e intrigantes fenómenos que se conhecem no Universo - desde a primeira aproximação e do primeiro contacto até á fusão final, as galáxias transformam-se, graciosa ou violentamente, por completo e para sempre.

    Nota: Idades sugeridas 15+

  • O Sol lá em casa (Disponível)
    Doutor João Lima
    Público alvo: Ensino secundário
    Resumo: Nesta palestra procurar-se-á tentar compreender um pouco melhor o Sol e o modo como ele funciona através de analogias simples com fenómenos quotidianos que se passam nas nossas casas.

    Nota: Idades sugeridas 15+
    Disponível a partir de Março 2009
  • A nossa galáxia e as outras: ilhas no Universo (Indisponível)
    Doutora Catarina Lobo
    Público alvo: 3º ciclo e Ensino secundário
    Resumo: Podemos passar toda a nossa vida sem sabermos o que é uma galáxia. Mas, de facto, vivemos numa: a Terra, o Sol, e tudo o que conhecemos fazem parte da nossa galáxia, a Via Láctea. E apesar de quase inacreditável, ela é apenas uma entre as cerca de cem mil milhões de galáxias que se estima existirem no Universo observável!
    Nesta palestra faremos uma visita pelos diferentes tipos de galáxias que existem, veremos como são constituídas, como se formaram e como evoluem ao longo das suas vidas.

    Nota: Idades sugeridas 12+

  • Os 400 anos do telescópio em 400 imagens (Disponível)
    Doutor João Lima
    Público alvo: 3º ciclo
    Resumo: A Astronomia é conhecida de alguns "apenas" pelas magníficas imagens que proporciona, usada muitas vezes para as primeiras páginas de jornais.
    Apesar desta ciência ser muito mais do que isso, propõe-se com esta palestra apenas isso: um deslumbramento pela beleza de 400 imagens astronómicas, celebrando os 400 anos da utilização do telescópio por Galileu e na companhia de música também ela com alguns séculos.

    Nota: Idades sugeridas 15+
    Disponível a partir de Abril 2009

Para marcações contacte nucleo@astro.up.pt