Mapa do Site
Contactos
Siga-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Canal YouTube
Centro de Astrofísica da Universidade do Porto
An overview of Venus studies at CAAUL

David Luz
Centro de Astronomia e Astrofísica da Universidade de Lisboa

Resumo
Since its arrival to Venus in 2006, ESA's Venus Express mission sparked a renewed interest in our twin planet.
Atmospheric dynamics, together with chemical cycles and radiative processes are the crucial mechanisms which determine the behavior of planetary atmospheres. In particular, characterizing the Venusian atmospheric circulation at various levels of the atmosphere, from the ground to cloud top level, is a key science topic that will help understanding what maintains the atmospheric superrotation and whether such mechanisms are possible in other planetary atmospheres.
Venus Express characterizes the atmospheric circulation through cloud tracking with combined multi-instrument observations. In addition, state of the art ground-based instruments allow coordinated wind measurements which complement those made by spacecraft. Finally, advanced general circulation models have now developed to a stage that allows diagnosing the atmospheric dynamics provided sufficient data are available to optimize model performance.
In this seminar I will discuss how the different approaches of spacecraft, ground-based observations and modelling are providing new insight into Venus' atmospheric dynamics. I will also present some more recent observations made during this year's Venus transit

17 outubro 2012, 13:30

Centro de Astrofísica
Rua das Estrelas
4150-762 Porto

Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço

O Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço é (IA) é uma nova, mas muito aguardada, estrutura de investigação com uma dimensão nacional. Ele concretiza uma visão ousada, mas realizável para o desenvolvimento da Astronomia, Astrofísica e Ciências Espaciais em Portugal, aproveitando ao máximo e realizando plenamente o potencial criado pela participação nacional na Agência Espacial Europeia (ESA) e no Observatório Europeu do Sul (ESO). O IA é o resultado da fusão entre as duas unidades de investigação mais proeminentes no campo em Portugal: o Centro de Astrofísica da Universidade do Porto (CAUP) e o Centro de Astronomia e Astrofísica da Universidade de Lisboa (CAAUL). Atualmente, engloba mais de dois terços de todos os investigadores ativos em Ciências Espaciais em Portugal, e é responsável por uma fração ainda maior da produtividade nacional em revistas internacionais ISI na área de Ciências Espaciais. Esta é a área científica com maior fator de impacto relativo (1,65 vezes acima da média internacional) e o campo com o maior número médio de citações por artigo para Portugal.

Continuar no sítio do CAUP|Seguir para o sítio do IA