Mapa do Site
Contactos
Siga-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Canal YouTube
Centro de Astrofísica da Universidade do Porto

Onset of the nonlinear regime in unified dark matter models

P. P. Avelino, L. M. G. Beça, J. P. M. de Carvalho, C. J. A. P. Martins, E. J. Copeland

Resumo
We discuss the onset of the nonlinear regime in the context of unified dark matter models involving a generalized Chaplygin gas. We show that the transition from dark-matter-like to dark-energy-like behavior will never be smooth. In some regions of space the transition will never take place while in others it may happen sooner or later than naively expected. As a result the linear theory used in previous studies may break down late in the matter dominated era even on large cosmological scales. We study the importance of this effect showing that its magnitude depends on the exact form of the equation of state in the low density regime. We expect that our results will be relevant for other unified dark matter scenarios, particularly those where the quartessence candidate is a perfect fluid.

Physical Review D
Volume 69, Página 041301_1
fevereiro 2004

>> ADS>> DOI

Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço

O Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço é (IA) é uma nova, mas muito aguardada, estrutura de investigação com uma dimensão nacional. Ele concretiza uma visão ousada, mas realizável para o desenvolvimento da Astronomia, Astrofísica e Ciências Espaciais em Portugal, aproveitando ao máximo e realizando plenamente o potencial criado pela participação nacional na Agência Espacial Europeia (ESA) e no Observatório Europeu do Sul (ESO). O IA é o resultado da fusão entre as duas unidades de investigação mais proeminentes no campo em Portugal: o Centro de Astrofísica da Universidade do Porto (CAUP) e o Centro de Astronomia e Astrofísica da Universidade de Lisboa (CAAUL). Atualmente, engloba mais de dois terços de todos os investigadores ativos em Ciências Espaciais em Portugal, e é responsável por uma fração ainda maior da produtividade nacional em revistas internacionais ISI na área de Ciências Espaciais. Esta é a área científica com maior fator de impacto relativo (1,65 vezes acima da média internacional) e o campo com o maior número médio de citações por artigo para Portugal.

Continuar no sítio do CAUP|Seguir para o sítio do IA