Mapa do Site
Contactos
Siga-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Canal YouTube Siga-nos no Google+
Artigos na revista “Nature”
Número de registos: 7

Z. Berta-Thompson, J. M. Irwin, D. Charbonneau, E. R. Newton, J. A. Dittman, N. Astudillo, X. Bonfils, M. Gillon, E. Jehin, A. A. Stark, B. Stalder, F. Bouchy, X. Delfosse, T. Forveille, C. Lovis, M. Mayor, V. Neves, F. Pepe, N. C. Santos, S. Udry, A. Wünsche, 2015,
A rocky planet transiting a nearby low-mass star,
Nature, 527, 204-207
M. Mayor, C. Lovis, N. C. Santos, 2014,
Doppler spectroscopy as a path to the detection of Earth-like planets,
Nature, 513, 328-335
F. Pepe, A. Collier Cameron, D. W. Latham, E. Molinari, S. Udry, A. S. Bonomo, L. A. Buchhave, D. Charbonneau, R. Cosentino, C. D. Dressing, X. Dumusque, P. Figueira, A. F. Martínez Fiorenzano, S. Gettel, A. Harutyunyan, R. D. Haywood, K. Horne, M. López-Morales, C. Lovis, L. Malavolta, M. Mayor, G. Micela, F. Motalebi, V. Nascimbeni, D. F. Phillips, G. Piotto, D. Pollacco, D. Queloz, K. Rice, D. Sasselov, D. Ségransan, A. Sozzetti, A. Szentgyorgyi, C. A. Watson, 2013,
An Earth-sized planet with an Earth-like density,
Nature, 503, 377-380
X. Dumusque, F. Pepe, C. Lovis, D. Ségransan, J. Sahlmann, W. Benz, F. Bouchy, M. Mayor, D. Queloz, N. C. Santos, S. Udry, 2012,
An Earth-mass planet orbiting α Centauri B,
Nature, 491, 207-211
V. Antoci, G. Handler, T. L. Campante, A. O. Thygesen, A. Moya Bedón, T. Kallinger, D. Stello, A. Grigahcène, H. Kjeldsen, T. R. Bedding, T. Lüftinger, J. Christensen-Dalsgaard, G. Catanzaro, A. Frasca, P. De Cat, K. Uytterhoeven, H. Bruntt, G. Houdek, D. W. Kurtz, P. Lenz, A. Kaiser, J. Van Cleve, C. Allen, B. D. Clarke, 2011,
The excitation of solar-like oscillations in a δ Sct star by efficient envelope convection,
Nature, 477, 570-573
G. Israelian, E. Mena, N. C. Santos, S. G. Sousa, M. Mayor, S. Udry, C. Domínguez Cerdeña, R. Rebolo López, S. Randich, 2009,
Enhanced lithium depletion in Sun-like stars with orbiting planets,
Nature, 462, 189-191
C. A. Collins, J. P. Stott, M. Hilton, S. T. Kay, S. A. Stanford, M. Davidson, M. Hosmer, A. Liddle, E. Lloyd-Davies, R. Mann, N. Mehrtens, C. J. Miller, R. C. Nichol, A. K. Romer, M. Sahlén, P. T. P. Viana, M. West, 2009,
Early assembly of the most massive galaxies,
Nature, 458, 603-606

Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço

O Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço é (IA) é uma nova, mas muito aguardada, estrutura de investigação com uma dimensão nacional. Ele concretiza uma visão ousada, mas realizável para o desenvolvimento da Astronomia, Astrofísica e Ciências Espaciais em Portugal, aproveitando ao máximo e realizando plenamente o potencial criado pela participação nacional na Agência Espacial Europeia (ESA) e no Observatório Europeu do Sul (ESO). O IA é o resultado da fusão entre as duas unidades de investigação mais proeminentes no campo em Portugal: o Centro de Astrofísica da Universidade do Porto (CAUP) e o Centro de Astronomia e Astrofísica da Universidade de Lisboa (CAAUL). Atualmente, engloba mais de dois terços de todos os investigadores ativos em Ciências Espaciais em Portugal, e é responsável por uma fração ainda maior da produtividade nacional em revistas internacionais ISI na área de Ciências Espaciais. Esta é a área científica com maior fator de impacto relativo (1,65 vezes acima da média internacional) e o campo com o maior número médio de citações por artigo para Portugal.

Continuar no sítio do CAUP|Seguir para o sítio do IA