Mapa do Site
Contactos
Siga-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Canal YouTube Siga-nos no Google+
1 outubro 2010

A data deste lançamento coincide com a sua festa nacional, que comemora 61 anos da criação da República Popular da China, e da subida ao poder de Mao Tsé-Tung.

Lançada por um foguetão mais potente, a Chang-e 2 irá demorar 112 horas (cerca de 5 dias) a chegar à órbita lunar, enquanto que em 2007 a sua antecessora, a Chang-e 1, demorou cerca de duas semanas a chegar.

A Chang-e 1, a primeira sonda chinesa a orbitar a lua, foi responsável por cartografar toda a superfície lunar. Ambas fazem parte do ambicioso programa de exploração lunar chinês, que procura uma alunagem não tripulada já em 2013 (Chang-e 3), seguida da alunagem por taikonautas (designação chinesa para os seus astronautas) na superfície do nosso satélite até 2020.

Um dos grandes objectivos da Chang-e 2, que tem uma resolução superior à sonda anterior, e que orbita a apenas 100 km acima da superfície, é obter imagens de alta resolução do local de alunagem da Chang-e 3.















1. Lançamento da Chang-e 2 (AFP) 2. Primeira imagem da Lua pela Chang-e 1 (CNSA)