Mapa do Site
Contactos
Siga-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Canal YouTube Siga-nos no Google+
24 agosto 2010

Uma equipa europeia de astrónomos, com a participação de Nuno Cardoso Santos (Centro de Astrofísica da Universidade do Porto) e Alexandre Correia (Universidade de Aveiro), descobriu o sistema planetário conhecido mais semelhante ao nosso, em redor da estrela HD 10180, localizada a 127 anos-luz, na constelação do Hydrus (hemisfério sul).

As conclusões são hoje (24 de Agosto) apresentadas numa conferência no Observatoire de Haute-Provence, França: “Detection and dynamics of transiting exoplanets”. Este resultado é o culminar de 6 anos de observações da estrela, usando o espectografo HARPS, instalado no telescópio de 3,6 metros do observatório do ESO (European Southern Observatory) de La Silla. Os dados recolhidos permitiram concluir que a estrela HD10180 possui 5 planetas semelhantes a Neptuno, com massas compreendidas entre 13 e 25 vezes a massa da Terra e orbitando a estrela com períodos entre 6 e 600 dias. Foi ainda encontrada evidência para a presença de mais 2 planetas. O primeiro é semelhante a Saturno, tem uma massa 65 vezes a massa da Terra e período de 2200 dias. O outro será o planeta com menor massa descoberto até hoje, com apenas 1,4 vezes a massa da Terra e orbitando a estrela HD 10180 em apenas 28,3 horas.

A descoberta deste novo sistema de planetas em torno de HD 10180 é única em vários aspectos. Primeiro que tudo, conta com pelo menos cinco planetas como Neptuno dentro de uma distância equivalente à órbita de Marte, pelo que este sistema é mais povoado do que o Sistema Solar interior. Além disso, todos os planetas parecem ter órbitas quase circulares, tal como acontece no nosso Sistema Solar. Outro resultado interessante foi a verificação que a distribuição destes planetas obedece a uma lei semelhante à que encontramos no nosso sistema solar, a lei de Titius-Bode: cada um dos planetas exterior encontra-se aproximadamente ao dobro da distância do planeta anterior.

Até agora foram encontrados mais de 500 planetas extra-solares e são conhecidos 15 sistemas planetários com pelo menos 3 planetas. A equipa vai continuar a trabalhar no sentido de encontrar sistemas mais complexos e planetas ainda mais pequenos. O seu grande objectivo é compreender os mecanismos de formação dos planetas e a origem do nosso sistema solar, e caminhar no sentido de encontrar planetas do tipo da Terra, capazes de albergar vida.

Mais informações:
Artigo Científico
Site do ESO
Site português do ESO

1. Uma visão de artista do sistema HD10180 (ESO) 2. Esquema das órbitas do sistema HD10180 (ESO)