Mapa do Site
Contactos
Siga-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Canal YouTube Siga-nos no Google+
7 abril 2010

Com cerca de 22 metros de largura, o recém descoberto asteróide 2010 GA6 cruzará em segurança a órbita da Terra amanhã (08/04/2010), por volta das 23h06. No ponto de maior aproximação, o asteróide estará a apenas 359 000 km da Terra, ou cerca de 9/10 da distância Terra/Lua.

"Passagens de asteróides a distâncias inferiores à distância Terra/Lua ocorrem com intervalos de algumas semanas", diz Don Yeomans, do gabinete para os NEO (NASA/JPL). Este gabinete, também conhecido como guarda espacial (Spaceguard) usa telescópios terrestres e espaciais para descobrir, caracterizar e calcular a órbita destes objectos, de modo a determinar a probabilidade de um impacto com o nosso planeta.

O NEO que fez a maior "razia" à Terra nos últimos tempos foi o asteróide 2008 TS26, que a 9 de Outubro de 2008 passou a cerca de 10 000 km da Terra. No entanto, apenas dois dias antes, um pequeno asteróide fez história, ao se tornar o primeiro objecto que os astrónomos conseguiram prever com exactidão quando e onde iria colidir com a Terra. O asteróide 2008 TC3 desfez-se sobre os céus do Sudão às 2:43 da manhã, do dia 7 de Outubro de 2008.

Notas:
NEO (Near-Earth Objects, ou objectos próximos da Terra), são corpos celestes cuja órbita intersecta a órbita da Terra, e por isso podem potencialmente colidir com o nosso planeta. O número total de NEO é desconhecido. Algumas curiosidades sobre NEO podem ser consultadas aqui.

Mais informações:
Notícia JPL Asteroid Watch

1. Órbita do 2010 GA6 (azul), comparada com as órbitas de Mercúrio, Vénus e Terra. (NASA/JPL) 2. Terra e Lua observadas à distância de 400 000 km, pela sonda NEAR. (Equipa NEAR, JHUAPL, NASA)