Mapa do Site
Contactos
Siga-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Canal YouTube Siga-nos no Google+
5 maio 2014

O Centro de Astrofísica da Universidade do Porto (CAUP) completa no dia 4 de Maio de 2014 um quarto de século de existência. Desde a sua criação, em 1989, o CAUP desempenhou um papel fundamental no apoio e promoção da investigação científica, da formação e da divulgação em astronomia e astrofísica.

Nestes 25 anos a unidade de investigação do CAUP tornou-se a maior e mais produtiva na área das Ciências do Espaço, com um total de mais de 800 artigos publicados e cerca de 25000 citações, tendo contribuído decisivamente para tornar as Ciências do Espaço na área em que a investigação nacional tem mais impacto a nível Europeu (o desempenho nacional apenas é ultrapassado, no espaço Europeu, pelo da Dinamarca).

O CAUP coordena a participação Portuguesa em grandes projetos internacionais, incluindo várias missões da Agência Espacial Europeia (ESA) e instrumentos do Observatório Europeu do Sul (ESO) que, na próxima década, abrirão novos horizontes em áreas que vão desde os planetas extra-solares e as condições para o desenvolvimento da vida (como o CHEOPS, Plato, ou ESPRESSO) até à caracterização da evolução do Universo e dos seus constituintes (por exemplo, com o Euclid ou o ESPRESSO).

As duas maiores unidades de investigação em Astronomia (a unidade de investigação do CAUP e o CAAUL) encontram-se num processo de fusão que dará origem àquela que será a unidade de investigação nacional de referência da área: o Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA). Este é um processo que deverá estar concluído no final de 2014, sendo um passo fundamental para a consolidação da participação nacional nos grandes projetos internacionais na área das Ciências do Espaço.

A nível da formação o CAUP é atualmente a instituição de acolhimento de cerca de 20 alunos de Doutoramento, sendo o número de mestrados e doutoramentos concluídos no CAUP superior 140, a maior parte dos quais nos últimos 10 anos. Este esforço foi recentemente reconhecido pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), com a aprovação da rede de doutoramento em ciências do espaço PhD::SPACE, coordenado pela Universidade do Porto e em parceria com a Universidade de Lisboa. Esta rede vai proporcionar 20 novas bolsas de doutoramento nos próximos 4 anos.

O CAUP iniciará também este ano um Programa de Estímulo à Formação de Excelência de Jovens Investigadores em Astronomia, que prevê a atribuição anual de até 5 bolsas de Iniciação Científica, a estudantes de Licenciatura e Mestrado, que desenvolvam projetos de investigação no CAUP.

O CAUP é ainda responsável pela gestão científica, educativa e administrativa do Planetário do Porto - Centro Ciência Viva, sendo pioneiro na integração na sua estrutura de uma unidade de divulgação e ensino não formal em astronomia. As inúmeras ações de contato direto com o público, promovidas pelo CAUP, envolveram quase um milhão de pessoas.

Até ao final do ano, o Planetário do Porto irá adquirir uma nova dimensão, com a instalação de um moderno sistema digital de projeção a 360 graus "Fulldome", com capacidade para cinema imersivo, tornando-se o maior planetário digital do país.

1. Cartaz CAUP 25 anos 2. Edifício do CAUP/Planetário do Porto